quinta-feira, 14 de setembro de 2017

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Há poetas...



E há poetas que são artistas... 
 E há poetas que são artistas 
E trabalham nos seus versos 
Como um carpinteiro nas tábuas!... 
 Que triste não saber florir! 
Ter que pôr verso sobre verso, como quem construi um muro 
E ver se está bem, e tirar se não está!... 
Quando a única casa artística é a Terra toda 
Que varia e está sempre boa e é sempre a mesma. 
Penso nisto, não como quem pensa, mas como quem não pensa, 
E olho para as flores e sorrio... 
Não sei se elas me compreendem 
Nem se eu as compreendo a elas, 
Mas sei que a verdade está nelas e em mim 
E na nossa divindade 
De nos deixarmos ir e viver pela Terra 
E levar ao colo pelas Estações contentes 
E deixar que o vento cante para adormecermos, 
E não termos sonhos no nosso sono. 
(Fernando Pessoa - Alberto Caeiro) 

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

A Vida de Vida Feita...



...planta uma árvore...



A Adozinda,,, a vigilante permanente...

... e Princesa dos pássaros


 





Segue o Teu Destino

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nos queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-proprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.

Ricardo Reis, in "Odes"
Heterónimo de Fernando Pessoa




A Vida de Vida Feita...